Operação nacional do Ministério da Justiça combate crimes contra idosos no Tocantins

Operação nacional do Ministério da Justiça combate crimes contra idosos no Tocantins

Compartilhe

Ao todo, 81 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, participam da ação.

Viatura da Polícia Civil / Foto: Dennis Tavares / Governo do Tocantins

A Polícia Civil do Tocantins deflagrou nesta sexta-feira (4) a operação ‘Vetus’, que faz parte de uma operação inédita coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e visa combater crimes de violência contra idosos nos 26 Estados e no Distrito Federal.

A operação integrada, que teve início no dia 1º de outubro (Dia Internacional do Idoso), foi planejada tendo em vista o aumento de denúncias de abuso registradas durante o período da pandemia da covid-19, pelo Disque 100, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos.

Desde então, a Polícia Civil do Tocantins apurou 56 denúncias, que culminaram com a instauração de 10 inquéritos policiais e 06 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs).

Durante este período foram realizadas 68 visitas/diligências; atendimento a 55 vítimas; implementação de uma Medida Protetiva e cumprimento de um mandado de busca e apreensão.

No Tocantins, o atendimento a vulneráveis é realizado pelas Delegacias Especializadas de Atendimento a Vulneráveis (DAV) de Palmas e Araguaína e por 11 Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher e Vulneráveis (DEAM-V).

Nas demais cidades, onde não há unidades especializadas, o atendimento é realizado nas delegacias locais e nos núcleos da Polícia Civil, além das Centrais de Atendimento da Polícia Civil que atendem 24 horas por dia.

Nesta sexta-feira (4) a Polícia Civil do Tocantins intensificou os trabalhos da ‘Vetus’ e realizará algumas visitas domiciliares. Ao todo, 81 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, participam da ação.

Deixe uma resposta