Estudantes arrecadam R$ 100 mil com a venda de latinhas e viajam pela América do Sul.

Estudantes arrecadam R$ 100 mil com a venda de latinhas e viajam pela América do Sul.

Compartilhe

Grupo vive em Pedro Afonso, no interior do Tocantins. Eles viajaram pela Argentina, Paraguai e vários estados do Brasil.

Viajar o mundo e ainda despertar a consciência ambiental e o cuidado com o planeta. Esse é o objetivo do projeto Amigos do Meio Ambiente, desenvolvido por estudante de Pedro Afonso, na região central do estado, desde o ano de 2014. Foi juntando materiais recicláveis que o grupo conseguiu visitar vários estados do Brasil, além de outros países da América do Sul.

“Desde 2014 a gente tá viajando, tá conhecendo várias regiões do país. Cria uma consciência ambiental na nossa cidade e gera principalmente oportunidades e realiza sonhos, que é o principal”, explicou o professor idealizador do projeto, Fabrício Rocha de Sousa.

Para conseguir os materiais recicláveis os estudantes têm que ralar. A tarefa não é fácil, mas tem sido gratificante. “A gente vai às festas, a gente passa na casa das pessoas, a gente recolhe na hora que tem festa na nossa própria casa, nas festas na cidade”, explicou o estudante Luis Gustavo Bezerra.

Esse ano, eles conseguiram juntar quase R$ 100 mil com a venda de latinhas, além de rifas e bingos na cidade. Valor suficiente para uma viagem internacional. Eles saíram de Pedro Afonso e passaram 18 dias dentro de um ônibus até chegar em foz do Iguaçu no Paraná. Depois, partiram para Buenos Aires (Argentina), Assunção (Paraguai) e Cidade Del Leste (Paraguaí). Na volta ao Brasil ainda fizeram paradas em Penha (SC), Florianópolis (SC), Curitiba (PR) e Rio de Janeiro (RJ). “Foi uma viagem incrível, né?! “Mudou minha expectativa de vida, porque a gente conheceu outros países, outra cultura, foi algo assim que mudou o meu pensamento e o dos meus colegas”, comemorou o estudante Max Miller, de 17 anos.

São 44 jovens que participam do projeto. Após chegar da viagem o descanso foi pouco e eles estão correndo atrás dos recicláveis para pagar a viagem do ano que vem.

“Eu quero muito conhecer os lençóis maranhenses, que eu não fui ainda, nem a Bahia. A gente tá na luta, eu estou guardando latinha, materiais recicláveis, litro pet, tudo que a gente pode tá vendendo para ajudar na nossa viagem, a gente tá fazendo”, disse Alice Maria Alves Dias, de 17 anos.

Redator Revista Together News

Deixe uma resposta