‘BBB21’: Juliette é a campeã do reality show com 90,15% dos votos e ganha R$ 1,5 milhão

Advogada e maquiadora, parte dos integrantes inscritos no programa, ganhou edição na final desta terça-feira (4) com Camilla de Lucas e Fiuk.

Juliette é a campeã do “Big Brother Brasil 21”. Na final desta terça-feira (4), ela concorria pelo prêmio de R$ 1,5 milhão com Camilla de Lucas e Fiuk, e recebeu 90,15% dos votos.

A advogada e maquiadora fazia parte do grupo dos pipocas, integrantes inscritos no programa. Ao longo dos quase 100 dias da edição, ela passou por três paredões e foi líder uma vez, na última prova pela liderança.

Camilla de Lucas ficou no segundo lugar, com 5,23% dos votos do público. Fiuk, em terceiro, recebeu 4,62%.

“Eu imaginei que eu ia entrar aqui e ia sair na primeira semana, porque eu falo muita besteira. E eu sei que eu sou difícil de entender”, afirmou a campeã em entrevista após a vitória.

“Eu tentei com todas as minhas forças e eu agradeço muito a minha mãe, porque ela é exatamente assim. Eu tinha muito medo de repetir os erros dela, mas foram os erros dela, de acreditar, de sofrer e continuar tentando, que me trouxeram aqui. Então, eu tenho muito orgulho da mulher que ela me fez. Meu deus, eu não sei explicar.”

A final, celebrada no gramado da casa, contou ainda com apresentações de participantes já eliminados do grupo do camarote, formado por famosos. Estiveram no palco do programa Rodolffo (com sua dupla, Israel), Karol Conká, Pocah e Projota, que ainda cantou “Muleque de vila” com Lucas Penteado.

A mais longa das edições do reality, o “BBB21” proporcionou um turbilhão de emoções ao público brasileiro com muito choro, beijos e barracos, mas também com discussões sérias sobre racismo, colorismo e discriminação.

O programa deixa a televisão este ano com uma série de recordes, um spin-off de uma das participantes mais polêmicas do “BBB” e com picos de audiência que não se viam desde a primeira década do programa.

Vitória da cacto

Juliette começou sua participação no programa entre os participantes mais populares com o público. Tanto que foi um dos três escolhidos dos pipocas a entrar na casa com imunidade. Outros três do camarote, incluindo Fiuk, completaram o grupo.

Depois disso, passou por altos e baixos. A maquiadora formou fortes laços de amizade com Viih Tube e Gilberto, mas se envolveu em discussões com ambos — além de outros colegas.

Considerada uma participante autêntica, sua popularidade com os fãs só cresceu, principalmente depois de ser excluída dos principais grupos que se formaram no programa em diversos momentos.

G1

Novo recurso! WhatsApp libera opção de transferência de dinheiro para usuários brasileiros; saiba como usar

Recurso está disponível somente para pessoas físicas. Cada tipo de operação, de envio ou recebimento, não pode passar de R$ 5.000 por mês.

Nesta terça-feira (4), o aplicativo de mensagens WhatsApp liberou a opção de transferir dinheiro para usuários brasileiros. Segundo a diretoria, o recurso vai aparecer “gradualmente” nas próximas semanas para todas as pessoas. É preciso atualizá-lo em sua loja de apps, seja do iPhone ou de celulares Android.

“Vamos começar devagar, uma pequena porcentagem das pessoas vão ver o recurso e quem enviar dinheiro automaticamente vai convidar amigos e familiares para usá-lo também”, disse Matt Idema, chefe de operações do aplicativo.

Por enquanto, as transações só funcionam entre pessoas físicas. Os pagamentos para empresas serão ativados após aprovação do Banco Central, mas ainda não há uma previsão para que isso aconteça.

Não serão cobradas taxas pelas transferências, mas há limite para o envio e o recebimento de dinheiro pelo aplicativo:

  • as pessoas podem enviar até R$ 1.000 por transação – é possível mandar mais de R$ 1.000 por dia, mas em transferências separadas;
  • cada usuário pode receber até 20 transferências por dia;
  • há um limite de R$ 5.000 por mês para cada tipo de operação, ou seja, R$ 5.000 para recebimentos e outros R$ 5.000 para envio.

Para usar o recurso, é preciso ter uma conta bancária com cartões de débito, pré-pago ou combo com as bandeiras Visa ou Mastercard de um desses bancos: Banco do Brasil, Banco Inter, Bradesco, Itaú, Mercado Pago, Next, Nubank, Sicredi ou Woop Sicredi.

Cartões de crédito não são válidos.

As instituições podem estabelecer um limite menor para as transferências, segundo o WhatsApp. Alguns dos bancos também vão enviar links com convites para acessar o recurso.

Quem ultrapassar os valores permitidos receberá um aviso e precisará esperar até o 1º dia do mês seguinte para começar a receber ou enviar pagamentos novamente. (Sou de Palmas)

Carlesse anuncia liberação de R$ 10 milhões para agricultura familiar e produção de tilápia

Projetos a serem contemplados são da agricultura familiar, piscicultura e do agronegócio.

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, editou o Decreto n° 6.256, que autoriza o Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social (Fundes) repassar para o Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDES-TO) o recurso na ordem de R$ 10 milhões para o desenvolvimento de ações voltadas ao financiamento de programas e projetos da agricultura familiar, da piscicultura, especialmente da produção de tilápia e do agronegócio.

Carlesse ressaltou a importância de fomentar projetos na área rural principalmente em um contexto de pandemia. “Nesse momento tão complicado que estamos passando, o estado não poderia deixar de olhar para o pequeno produtor e piscicultor, tão importantes para a economia do nosso Tocantins. Com os repasses que serão feitos, os produtores poderão desenvolver a produção dos seus produtos e serviços com qualidade e sustentabilidade”, ressalta.

A Agência de Fomento do Estado do Tocantins (Fomento), responsável pela gestão do FDES-TO, formata as linhas de crédito dos projetos, que depois serão repassadas para a aprovação do Conselho Diretor, onde posteriormente iniciará a captação dos clientes interessados.

“Nosso foco é apoiar o Governo do Tocantins dando chance aos pequenos produtores da área rural para gerarem mais emprego e renda, bem como impulsionando aqueles que foram fortemente afetados pela pandemia e assim promover o desenvolvimento econômico do nosso Estado por meio de projetos que agreguem taxas subsidiadas, bem como prazos e carências amplas”, explica a presidente da Fomento, Denise Rocha.

Ela adiantou que as taxas, os prazos e os valores para os projetos já estão sendo definidos.

Inep define prazo para solicitar isenção na inscrição do Enem 2021; confira a data

Quem faltou na edição passada deverá justificar ausência também no mesmo período.

A edição de 2021 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ainda não tem um cronograma oficial divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelas provas. No entanto, outras duas datas importantes para os candidatos já foram definidas.

Tanto a justificativa de ausência da edição passada quanto a solicitação de isenção da taxa de inscrição para o Enem 2021 ocorrerão entre os dias 17 e 28 de maio. As solicitações serão analisadas pelo Inep e o resultado será divulgado em 9 de junho. Será possível entrar com recurso de 14 a 18 de junho e o resultado será publicado em 25 de junho.

Deve justificar a ausência o participante que teve concedida a isenção da taxa de inscrição no Enem 2020 e que não compareceu nos dois dias de prova. Quem estiver nesta condição e não realizar o procedimento ou tiver a solicitação negada, caso ainda queira participar da edição de 2021 terá que pagar a taxa de inscrição.

Assim como vem acontecendo nas últimas edições do exame, mesmo com a aprovação da justificativa de ausência ou isenção do pagamento da taxa, os candidatos devem retornar ao sistema do Enem 2021 no período indicado pelo Inep para realizar a inscrição.

As notas individuais do Enem podem ser usadas para acesso à educação superior, no Brasil e em instituições de Portugal, e em programas governamentais de financiamento e apoio ao estudante, como Programa Universidade Para Todos (Prouni), Financiamento do Ensino Superior (Fies) e Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Confira abaixo em quais casos é possível justificar ausência no Enem 2020

Assalto ou furto

Acidente de trânsito

Casamento ou união estável

Morte na família

Maternidade

Paternidade

Acompanhamento de cônjuge ou companheiro

Privação de liberdade

Emergência, Internação, repouso médico ou odontológico

Trabalho

Deslocamento a trabalho

Intercâmbio acadêmico

Atividade curricular

Lamentável: Ator e Humorista Paulo Gustavo morre de Covid no Rio, aos 42 anos

O ator e humorista Paulo Gustavo morreu no Rio nesta terça-feira (4), aos 42 anos, de complicações da Covid-19.

O criador de Dona Hermínia — e de outros personagens inesquecíveis — estava internado desde 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul.

A piora no quadro de saúde do ator aconteceu na noite de domingo (2). Paulo Gustavo vinha apresentando melhoras significativas, chegou a ter redução de sedativos e bloqueadores e interagir com médicos e também com o marido, Thales Bretas. À noite, no entanto, sofreu uma embolia pulmonar.

Nesta terça, novo boletim disse que o ator estava com quadro irreversível, mas mantinha os sinais vitais. Às 21h12, no entanto, foi constatada a morte de Paulo Gustavo.

Biografia

Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros nasceu em Niterói em 30 de outubro de 1978 e estudou teatro na Casa das Artes de Laranjeiras, no Rio, na mesma turma de Fábio Porchat.

A primeira peça da qual participou foi “O surto”, em que dividia a direção com Fernando Caruso, em 2004. Foi no espetáculo que apresentou pela primeira vez a personagem Dona Hermínia, que marcaria sua carreira para sempre.

Paulo Gustavo caracterizado de Dona Hermínia — Foto: Globo/Victor Pollak

Recorde de bilheteria 

Somados, os três filmes de “Minha mãe é uma peça” venderam mais de 26 milhões de ingressos entre 2013 e 2020. O terceiro filme teve a maior arrecadação da história do cinema brasileiro, com R$ 182 milhões de bilheteria.

Além do sucesso de Dona Hermínia, o ator se destacou pelos filmes “Minha Vida em Marte” (2018) e “Os Homens São de Marte… e é para lá que eu vou” (2014), nos quais contracenou com a atriz e amiga Mônica Martelli. Ele interpretou o personagem Aníbal em ambas as comédias.

Carreira na TV

Na televisão, Paulo apresentou em 2011 o programa “220 Volts”, do Multishow. Dois anos depois, no mesmo canal, ele passou integrar o elenco da sitcom “Vai que cola”, vivendo o malandro Valdomiro Lacerda. O personagem foi um sucesso também na adaptação para o cinema, em 2015.

Ainda no Multishow, o ator protagonizou, ao lado de Katiuscia Canoro, a série “A vila”. Na produção, ele interpretou o ex-palhaço Rique.

Ele também foi o apresentador de várias edições do Prêmio Multishow.

Família

Paulo Gustavo se casou com o médico Thales Bretas em 2015. Após um processo de barriga de aluguel feito nos Estados Unidos, eles se tornaram pais de Romeu e Gael, de 1 ano de idade.

Paulo Gustavo com o marido, Thales Bretas, em foto de arquivo — Foto: Reprodução/Instagram/@thalesbretas

Em entrevista ao programa “Mais Você”, Paulo chegou a falar, com seu jeito bem-humorado, que a mãe só queria saber dos netos.

“Mamãe começou o VT falando que enlouqueceu sendo avó, como se ela já não fosse louca né? Ela fica do lado de Thales, prefere ser avó do que ser mãe”, brincou o ator.

Como forma de retribuir toda a contribuição da mãe para sua carreira, Paulo Gustavo Gustavo criou a peça “Filho da mãe”, na qual dividia o palco com Dona Déa para cantar e contar histórias.

G1

Final BBB21: Veja quanto cada finalista vai receber após o reality

Todos os BBBs que participaram desta edição confirmaram presença no BBB 101, um especial que vai ao ar no dia 8.

Nesta terça-feira, 4, chega ao fim a vigésima primeira edição do Big Brother Brasil. O prêmio de R$ 1.5 milhão será disputado pela influencer Camilla de Lucas, o cantor Fiuk e a maquiadora Juliette. A final da edição mais longa do reality, que teve cem dias neste ano, contará com algumas novidades.

Mais uma vez Tiago Leifert vai apresentar o grande vencedor. Só que desta vez ele estará desde o início dentro da casa, ao contrário dos anos anteriores, quando entrava no local apenas para anunciar o brother ou sister que leva para casa o prêmio. Toda a transmissão do encerramento do meu reality será diretamente do gramado da casa.

O segundo lugar será premiado com R$ 150 mil. Já o terceiro lugar ganhará R$ 50 mil. Além do valor em dinheiro, os finalistas e os eliminados, receberão os prêmios distribuídos durante os 100 dias de reality show.

Os shows serão dos ex-BBB mesmo, no caso dos artistas do Camarote: Karol Conká, Pocah, Projota e Rodolffo – este com sua dupla, Israel.

Todos os BBBs que participaram desta edição confirmaram presença no BBB 101, um especial que vai ao ar no dia 8. Além dos que se apresentam na final, participam Arthur, Caio, Carla Diaz, Gil Nogueira, João Luiz Pedrosa, Kerline, Lucas Penteado, Lumena, Nego Di, Sarah, Thaís e Viih Tube. A exceção é Arcrebiano, o Bill, que está no elenco do reality show ‘No Limite’. (Sou de Palmas).

Mais de 51 mil pequenos empresários do Tocantins ainda não fizeram declaração anual

Os empresários precisam apresentar o documento até o dia 31 de maio.

A maioria dos Microempreendedores Individuais (MEI) do Tocantins ainda não entregou a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-SIMEI). Até agora, a Receita Federal só recebeu 23,6 mil declarações referentes aos negócios formalizados nessa categoria jurídica no Estado.

Essa quantidade representa apenas 31,5% do número de MEIs aptos a prestar contas do faturamento bruto no ano passado com o fisco federal. Do total de registros do MEI no Estado, mais de 51 mil precisam enviar o documento até o último dia útil de maio (31), sob o risco de receber multas e até perder benefícios que o programa assegura.

De acordo com o superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes, o Sebrae está de portas abertas para auxiliar e orientar quem ainda não enviou o documento. “Precisamos que o empresário cumpra suas obrigações tributárias para manter a regularidade e não perder seus benefícios”, pontuou.

Quem tiver dificuldade para envio da declaração pode buscar orientação junto ao Sebrae Tocantins por meios dos serviços de atendimento on-line ou agendar um atendimento presencial através do WhatsApp (63) 9-9971-2198.

A DASN-SIMEI

A DASN-SIMEI é a prestação de contas anual do faturamento do negócio. Nesse documento, o MEI deve informar o valor total das vendas de produtos e da prestação de serviço no ano anterior, e se teve empregado no período. Todo o procedimento é feito no Portal do Empreendedor. Para preencher a declaração, o microempreendedor deve selecionar a opção ‘Já Sou MEI’ e clicar na opção ‘Faça sua Declaração Anual de Faturamento’.

Os empreendedores que faturam até R$ 81.000,00 anualmente e estão registrados no regime MEI devem entregar a Declaração Anual de Faturamento do Simples Nacional (DASN – SIMEI) e inserir todas as informações sobre o faturamento conquistado no ano de 2020. Vale ressaltar que todo MEI deve enviar a declaração, mesmo quem deu baixa no registro ou não teve faturamento em 2020.

Quem não entregar a declaração anual dentro do prazo estará sujeito à multa de R$ 50,00 e juros pelo atraso no pagamento dos tributos. Além disso, não conseguirá emitir o Documento de Arrecadação Simplificada (DAS), boleto mensal de contribuição no valor de 5% do salário mínimo, que garante a quem é MEI os direitos previdenciários.

Quem ficar inadimplente com o DAS poderá ainda perder os benefícios adquiridos com a formalização como, por exemplo, o direito à aposentadoria ou ao auxílio-doença. Também ficará impedido de tirar certidões negativas de débito junto à Receita Federal enquanto não quitar todos os boletos, ou pelo menos, solicitar e ficar em dia com o parcelamento desses valores. O não envio da DASN por dois anos consecutivos pode acarretar, inclusive, no cancelamento do CNPJ com MEI.

Fonte: AF Notícias

Ministro da Infraestrutura confirma federalização das rodovias TO-050 e TO-020 no Tocantins

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas,  disse que irá garantir agilidade no processo de federalização dos trechos das rodovias TO-020, entre Palmas e Aparecida do Rio Negro, e TO-050, entre Porto Nacional e Silvanópolis.

O ministro recebeu a secretária da Infraestrutura, Cidades e Habitação, Juliana Passarin, para uma audiência na manhã desta segunda-feira, 03. Juliana estava acompanhada do senador Eduardo Gomes, do deputado federal Carlos Gaguim e do prefeito de Paraíso, Celso Morais.

Aos tocantinenses,  o ministro falou sobre o processo de federalização e disse que o Governo Federal tem interesse na reintegração dos trechos a sua malha viária. “Nós estamos na reta final da federalização da TO-020 e da TO-050 e iremos ter a condição de assumir a manutenção dessas rodovias tão importantes para a chegada e a saída de Palmas”, destacou.

Segundo a secretária Juliana Passarin, que também é presidente da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), as rodovias são vias importantes para o escoamento da produção local. “São duas estradas de grande fluxo, que recebem diariamente o tráfego intenso de caminhões de cargas e o Governo federal se comprometeu a agilizar o processo, porém enquanto os tramites caminham junto ao Dnit, o Governo do estado continuará realizando a manutenção dos dois trechos”, explicou.

Além do processo de reintegração à malha viária federal desses dois trechos de rodovias estaduais, a secretária também apresentou outras demandas que  têm como objetivo fortalecer o sistema logístico do estado. A gestora pediu agilidade no processo para construção da rodovia Transbananal, ligando o Estado do Tocantins e o Estado do Mato Grosso. “A interligação dos dois trechos da TO-500 e BR-242, que corta a Ilha do Bananal e liga os municípios de Formoso do Araguaia a São Félix do Araguaia, no Mato Grosso,  irá beneficiar diretamente cidades do Vale do Araguaia, que é uma região de alta produção econômica”, explicou ela.

Outro assunto debatido foi o derrocamento do Pedral do Lourenço (Rio Tocantins), no trecho de 43 quilômetros de extensão entre a Ilha do Bogéa e Vila Tauri no Estado do Pará. Os serviços irão garantir a navegabilidade no local e favorecer o escoamento da produção mineral, agrícola e da pecuária de toda a região por meio da hidrovia.

A secretária também solicitou  a construção de uma ponte sobre o Rio Araguaia, ligando os municípios de Caseara  e Santana do Araguaia, no Pará,  e outra, no Rio Tocantins,  ligando os municípios de Filadélfia e Carolina, no Maranhão. As estruturas contribuirão com o desenvolvimento econômico e turístico das duas regiões. “O Tocantins está trabalhando para fortalecer o seu sistema logístico, por isso, além das pontes, pedimos ao ministro apoio para retomada e conclusão das obras das rodovias BR-010, da BR-242/TO e BR-235/TO, o qual os seus traçados estão localizados em regiões que tem grande produtividade de soja e outros grãos, pois isso vai facilitar o escoamento da safra e vai atrair investimentos para o Estado”, explicou a gestora.

O senador Eduardo Gomes comemorou o resultado da visita e disse que o trabalho do ministério está em sintonia com os anseios do estado. “Esse é um Ministério dos resultados, da boa técnica, mas também da ação precisa”,  disse.

O deputado federal Carlos Gaguim ressaltou que a reunião foi promissora. “No geral, podemos destacar que foi uma reunião em que o Tocantins foi ouvido em que o governo federal mais uma vez mostrou que está interessado em solucionar  as questões”, frisou.

Fonte: Norte do Tocantins

Covid-19: Tocantins registra 817 novos casos e 14 mortes pela doença nesta terça-feira, 4

O estado acumula 161.738 casos confirmados e 2.601 óbitos. 

Nesta terça-feira (4), o Tocantins contabilizou 817 novos casos confirmados da Covid-19, sendo 114 das últimas 24h. O restante é de exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem. Além dos novos infectados, foram registradas mais 14 mortes pela doença.

DETALHES DOS NOVOS ÓBITOS

1. Mulher, 73 anos. Residente em Palmeirópolis. Comorbidade: Hipertensão. Óbito dia 30/04/21 no
Hospital Regional de Gurupi.
2. Homem, 78 anos. Residente em Dianópolis. Comorbidades: Não relatado. Óbito dia 02/05/21 no
Hospital Regional de Gurupi.
3. Mulher, 73 anos. Residente em Aliança. Comorbidades: Não relatado. Óbito dia 03/05/21 no
Hospital Regional de Gurupi.
4. Homem, 62 anos. Residente em Gurupi. Comorbidade: Esquizofrenia. Óbito dia 01/05/21 no
Hospital Regional de Gurupi.
5. Mulher, 42 anos. Residente em Paraíso do Tocantins. Comorbidades: Não relatado. Óbito dia
01/05/21 no Hospital Regional de Gurupi.
6. Homem, 43 anos. Residente em Paraíso do Tocantins. Comorbidades: Não relatado. Óbito dia
02/05/21 no Hospital Regional de Gurupi.
7. Homem, 33 anos. Residente em Gurupi, Comorbidades: Não relatado. Óbito dia 29/04/21 no
Hospital Regional de Gurupi.
8. Homem, 59 anos. Residente em Santa Maria. Comorbidades: Doença pulmonar obstrutiva
crônica, Hipertensão, Diabetes, tabagista e etilista. Óbito dia 29/04/21 no Hospital Regional de
Pedro Afonso.
9. Homem, 69 anos. Residente em Arraias. Comorbidades: Não relatado. Óbito dia 01/05/21 no
Hospital Regional de Gurupi.
10. Homem, 71 anos. Residente em Gurupi. Comorbidades: Não relatado. Óbito dia 01/05/21 no
Hospital Unimed Gurupi.
11. Mulher, 79 anos. Residente em Paraíso do Tocantins. Comorbidades: Hipertensão e Doença
pulmonar obstrutiva crônica. Óbito dia 01/05/21 no Hospital de Paraíso do Tocantins.
12. Mulher, 93 anos. Residente em Paraíso do Tocantins. Comorbidades: Sequela de Acidente
Vascular Cerebral. Óbito dia 02/05/21 no Hospital Regional de Paraíso do Tocantins.
13. Mulher, 27 anos. Residente em Colinas do Tocantins. Comorbidade: Obesidade. Óbito dia
24/04/21 no próprio domicilio.
14. Homem, 46 anos. Residente em Araguaína. Comorbidades: Hipertensão e Diabetes. Óbito dia
01/05/21 no Hospital Dom Orione

Dos 817 novos casos, 564 foram detectados por RT-PCR, 40 por sorologia e 213 por teste rápido.

Atualmente, o Tocantins contabiliza 486.174 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 161.738 casos confirmados. Destes, 143.278 pacientes estão recuperados, 15.859 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 2.601 pacientes foram a óbito.

Atendimento psicológico é ofertado de forma online e gratuita para servidores no Tocantins

Além dos atendimentos, o projeto também é focado na prevenção.

Buscando proporcionar mais qualidade de vida aos servidores do Executivo tocantinense, a Secretaria de Estado da Administração (Secad) deu início aos atendimentos psicológicos do projeto Saúde Mental do Servidor nesta segunda-feira (03).

A ação ocorre em parceria com o curso de Psicologia do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra) e atendeu 14 pessoas em grupo no dia 03.

O secretário de Estado da Administração, Bruno Barreto, reforça que o objetivo do projeto é promover ações que oportunizem cuidados mais efetivos com a saúde mental dos servidores durante este período de pandemia. “Queremos ampliar os serviços de atendimento por meio das parcerias com as universidades para assim oferecermos um atendimento eficiente aos nossos servidores”, afirma.

A diretora da Diretoria da Junta Médica Oficial do Estado (JMOE), Marcia Varão, explica que os atendimentos serão realizados primeiramente em grupos de, no máximo, 15 pessoas e, conforme a necessidade, os servidores serão encaminhados para atendimentos individuais.

“Os atendimentos são todos online e para participar o servidor deve entrar em contato com o setor de Recursos Humanos do seu órgão, com a chefia imediata ou mesmo com a equipe da Junta Médica”, acrescenta Márcia Varão. Após a solicitação, a JMOE verifica a instituição parceira disponível para o atendimento e, em seguida, é providenciado o agendamento do encontro online.

Sobre o projeto

O projeto Saúde Mental do Servidor foi iniciado em 2020, por ocasião da pandemia por Coivid-19, e é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Administração em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Ses).

Além dos atendimentos, o projeto também é focado na prevenção. Durante o ano de 2020 foi realizado um ciclo de lives, onde foram abordados temas motivacionais, de autocuidado e a quebra de mitos.

São instituições parceiras do Projeto Saúde Mental do Servidor: Ceulp/Ulbra, Universidade Federal do Tocantins (UFT), Unirg, Unitepac de Araguaína, Universidade Católica de Araguaína, Itop e Unitins.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que os transtornos mentais e comportamentais estão entre as principais causas de perdas de dias de trabalho no mundo.

Para mais informações e agendamentos: 3218-1511 (Junta Médica).

Fonte: AF Notícias