Avião com jogadores do Palmas cai e mata empresário e atletas

Um avião caiu na manhã deste domingo (24) após decolar de Palmas rumo a Goiânia. O avião teria sido fretado.

Dentre as vítimas fatais estão o empresário e Presidente do Palmas Futebol e Regatas e Lucas Meira e atletas do time que estariam indo para Goiânia para um jogo nesta segunda-feira.

Lucas Meira tinha 32 anos, era empreendedor social, Presidente do Palmas e chegou a ser indicado para candidato a vice da Prefeita da Capital Cinthia Ribeiro.

Imagem do acidente

Projeto prevê prorrogação do auxílio até abril com valor de R$ 600

Benefício foi extinto no último dezembro. Proposta foi protocolada na Câmara dos Deputados por Chiquinho Brazão (Avante-RJ).

Projeto de lei protocolado na Câmara dos Deputados, de autoria do deputado Chiquinho Brazão (Avante-RJ), prorroga o pagamento do auxílio emergencial com valor de R$ 600 até abril deste ano.

O benefício, criado pela Lei 13.982/20, foi dado para auxiliar brasileiros em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia da covid-19. No entanto, foi encerrado em 31 de dezembro do ano passado – cinco parcelas de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300.

O projeto de lei prevê, então, a prorrogação do benefício. “As famílias brasileiras ainda precisam de ajuda do poder público para continuar sustentando seus lares. Os efeitos benéficos do auxílio foram de grande impacto positivo; principalmente na redução da pobreza, ainda que de forma temporária”, diz Brazão.

“Caso o auxílio não tivesse sido oferecido desde abril/2020, o índice de pobreza teria saltado para 36% durante a pandemia. Além da queda de renda da população, o fim do benefício irá afetar a arrecadação de Estados e municípios e os pequenos comércios locais”, acrescenta.

*Com informações da Agência Câmara

PT e CUT fazem carreatas em Palmas a favor do impeachment do presidente Bolsonaro

Organizadores afirma que Bolsonaro vem negligenciando a crise sanitária.

Capital do Tocantins, Palmas terá carreatas neste sábado (23) contra Bolsonaro e pelo impeachment do presidente. Pela manhã, às 9h, no Setor Morada do Sol III, a concentração da carreata ‘Impeachment Já’, será no auto posto Vitória, na saída para Taquaruçu.

Já no final da tarde, às 17h, o deputado estadual Zé Roberto Lula (PT) organiza a carreata Fora Bolsonaro, saindo da estação Apinajé. O manifesto tem o apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Tocantins (Sintet), Movimento Casa, Terra, Trabalho e Liberdade (MCTTL), Central de Movimentos Populares (CMP) e Partido dos Trabalhadores do Tocantins (PT/TO).

Segundo os organizadores, o objetivo das manifestações é cobrar do governo federal a vacinação para todos, o auxílio emergencial e pedir pelo impeachment do atual presidente, que, segundo os organizadores, vem negligenciando a crise sanitária e a vulnerabilidade econômica dos brasileiros.

O deputado explicou que a decisão de fazer carreata foi pensando na segurança de todos. “Pensamos em fazer passeata, mas seria muita irresponsabilidade na situação da pandemia”, afirmou Zé Roberto.

Zé Roberto acredita que esse seja um momento em que todos devem estar unidos. “Agora o que importa é estarmos unidos, fazermos todos juntos. A pauta é a mesma, e os trabalhadores estão sofrendo as consequências das crises. Por isso, chamamos a carreata na região sul e vamos integrar a carreata do plano diretor”, comentou o parlamentar.

A presidente nacional do PT e deputada federal Gleisi Hoffmann disse que o partido tem feito muitas reuniões e que planeja ações seguidas até março. “Teremos uma agenda cheia de atividades e ações para mostrar o nosso descontentamento, protestar e lutar pelo povo brasileiro. Nós queremos o nosso Brasil de volta e queremos o povo protegido”, frisou Gleisi.

Divulgação

Covid-19: TO contabiliza 587 novos casos e total de infectados chega a 98.787

O estado possui 86.947 pacientes recuperados, 10.502 pacientes em isolamento domiciliar ou hospitalar e 1.338 pacientes foram a óbito.

A Secretaria de Estado da Saúde informa que, nesta sexta-feira (22), o Tocantins contabilizou 587 novos casos confirmados da Covid-19, sendo 210 das últimas 24h. O restante é de exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Dos 587 novos casos, 399 foram detectados por RT-PCR, 41 por sorologia e 147 por teste rápido.

Atualmente, o Tocantins contabiliza 316.583 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 98.787 casos confirmados. Destes, 86.947 pacientes estão recuperados, 10.502 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 1.338 pacientes foram a óbito.

Nova Lei obriga cartórios do Tocantins a informarem ao Detran sobre todas as transferências de titularidade de veículos

O objetivo da medida, é evitar que antigos donos dos veículos recebam multas por infrações cometidas pelos novos proprietários no intervalo entre a venda e a mudança da titularidade junto ao Detran.

Nesta quinta-feira (21), o governador do Tocantins, Mauro Carlesse, sancionou uma nova lei que obriga todos os cartórios do estado a informarem ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) sobre as operações de transferência de titularidade de veículos. A lei já está em vigor e deve ser regulamentada em até 30 dias.

O objetivo da medida, segundo o projeto, é evitar que antigos donos dos veículos recebam multas por infrações cometidas pelos novos proprietários no intervalo entre a venda e a mudança da titularidade junto ao Detran. O prazo para que os cartórios avisem da mudança da propriedade será de cinco dias.

O texto determina que a comunicação da venda será feita de forma eletrônica e que haverá recibos digitais de cada uma das operações.

O projeto é de autoria do deputado Jair Farias (MDB) e foi aprovado na Assembleia Legilativa. Além do Detran, está prevista ainda uma notificação para as Circunscrições Regionais de Trânsito (CIRETRANS) de todo o estado. Em outras unidades da federação a medida também está em vigor.

Governo paga R$ 5,4 milhões a instituto e desbloqueia leitos de UTI Covid no Tocantins

Os materiais e medicamentos já estão sendo comprados, disse o ISAC.

O Governo do Tocantins efetuou, nesta quinta-feira (21), o pagamento ao Instituto Saúde e Cidadania (Isac) pela manutenção e gestão de 30 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) destinados aos pacientes em tratamento da covid-19 nos três maiores hospitais públicos do Estado, em Palmas, Araguaína e Gurupi.

O montante pago soma R$ 5,4 milhões, mantendo, assim, em dia todos os repasses ao instituto. O AF Notícias apurou que o atraso foi ocasionado pelo fechamento do Siaf (Sistema Integrado de Finanças Públicas) no fim do ano passado, em razão da mudança de exercício financeiro, de 2020 para 2021.

Com o repasse, o ISAC também já quitou a folha de pagamento dos profissionais de saúde referente ao mês de dezembro. Além disso, o Instituto já iniciou o processo de compras de medicamentos e materiais para reabastecer o estoque de materiais e medicamentos.

Consequentemente, estão sendo desbloqueados os leitos de UTI nos Hospitais Regionais de Araguaína e Gurupi. O funcionamento no HGP já havia sido normalizado com o empréstimo de materiais e medicamentos pela direção-geral da unidade.

Ao todo, o ISAC está responsável por administrar 30 leitos no HGP, 17 no HRA e 20 no HRG.

NOTA DO GOVERNO

“O Governo do Tocantins informa que foi pago ao Instituto Saúde e Cidadania (ISAC), na manhã desta quinta-feira, 21, o valor de R$ 5.427.316,12, correspondente aos serviços prestados e estratificados pelas notas anteriormente apresentadas. Tal valor é suficiente para quitar eventuais folhas de pagamento inadimplidas, como também, retornar imediatamente as atividades pertinentes à Instituição, que cuida dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva Covid-19, no Estado. Vale ressaltar que, após a confirmação do pagamento, o próprio Instituto já declarou que iniciou o processo de compra de medicamentos e insumos, para reabastecer os estoques das UTIs Covid-19 nos hospitais regionais de Gurupi e Araguaína, bem como, no Hospital Geral de Palmas.”

NOTA DO ISAC

“O ISAC – Instituto Saúde e Cidadania informa que, após receber o repasse financeiro referente à competência novembro 2020 nesta quinta-feira, 21 de janeiro, quitou de imediato a folha de pagamento dos colaboradores referente ao mês de dezembro/20.

Além disso, o Instituto já iniciou o processo de compras de medicamentos e materiais para reabastecer o estoque das Unidades de Terapia Intensiva Covid-19 nos hospitais regionais de Gurupi e Araguaína, bem como, no Hospital Geral de Palmas.

À medida que os fornecedores forem procedendo as entregas, o ISAC irá realizando o desbloqueio de leitos de forma imediata. Hoje, está previsto o desbloqueio no período noturno de dois leitos do HRA – Hospital Regional de Araguaína. Já no HRG – Hospital Regional de Gurupi foi realizado o desbloqueio de um leito e a previsão que os demais, 04, sejam liberados na manhã desta sexta-feira, 22.

No HGP – Hospital Geral de Palmas houve um empréstimo de materiais e medicamentos que possibilitou o desbloqueio de cinco leitos. Os outro cinco, aguardam a entrega dos medicamentos e materiais adquiridos.”

Fonte: AF Notícias 

Concurso PM-TO: Prazo de inscrições terminam neste sábado (23)

As inscrições estão abertas desde o dia 4 de janeiro e o valor da inscrição é de R$ 80,00.

Neste próximo sábado (23), encerra às 18 horas o prazo de inscrição para o concurso da Polícia Militar do Tocantins. De acordo com o edital, os candidatos devem realizar o pagamento da taxa de inscrição até o dia 09 de fevereiro deste ano. São ofertadas 1.000 vagas para praças, sendo 950 vagas para o quadro operacional QPPM, 25 vagas para o quadro de músicos (QPE-Músicos); e 25 vagas para o quadro da saúde (QPS) distribuídas em 20 para técnico em enfermagem e cinco para técnico em Saúde Bucal.

As inscrições estão abertas desde o dia 4 de janeiro e o valor da inscrição é de R$ 80,00. O concurso público visa atender à demanda de reposição de efetivo da Polícia Militar após a anulação do concurso realizado em 2018, além de suprir as novas demandas surgidas devido à pandemia da Covid-19.

Para realizar a inscrição, o candidato pode acessar o banner do concurso no site da Polícia Militar (https://www.pm.to.gov.br/) e, clicando no link da vaga de interesse, ser redirecionado para a página da Cebraspe. O edital do concurso, com todas as informações sobre o certame, pode ser acessado no endereço: https://www.cebraspe.org.br/concursos/PM_TO_20_QPPM

O chefe do Estado-Maior da Polícia Militar e presidente da Comissão de Organização do Concurso, coronel Márcio Antônio Barbosa, reforçou que o atual concurso está sendo realizado com toda segurança e seguindo conforme o planejamento. “É uma oportunidade única para àqueles que sonham em ingressar na gloriosa e iniciar uma carreira de sucesso na Polícia Militar do Tocantins”, afirmou o coronel Barbosa.

Para o comandante-geral da corporação, coronel Jaizon Veras Barbosa, o concurso atende aos anseios de toda tropa e da sociedade. “Temos um efetivo que naturalmente tem sido reduzido no decorrer dos anos, devido à conclusão do tempo de serviço dos policiais que ingressaram no início dos anos 90. O esforço empreendido pelo Governo do Tocantins, em prover a Polícia Militar com os recursos necessários para a realização desse certame, é uma prova de responsabilidade com toda sociedade e do cuidado que a Polícia Militar tem recebido em todo esse tempo”, destacou o coronel Jaizon.

Inscrição

A inscrição no concurso para soldado tem como pré-requisito o ensino médio completo, idade mínima de 18 anos no ato da inclusão na corporação e idade máxima de 32 anos no ato da inscrição no concurso.

Para concorrer às vagas destinadas ao quadro da saúde, os candidatos devem, além dos requisitos gerais, possuir os cursos de Técnico em Enfermagem ou Técnico em Saúde Bucal. Já para o quadro de músicos, não há necessidade de ser portador de certificado de cursos na área, porém o candidato será submetido a uma prova prática instrumental como etapa do certame.

A carreira

Os candidatos aprovados no concurso ingressarão na Polícia Militar para realização dos cursos de formação de praças na graduação de Aluno-Soldado. Ao término do curso, receberão a graduação de Soldado 2ª Classe, nova graduação criada recentemente pela Lei n° 3.731, de 16 de dezembro de 2020. Os salários iniciais, após os cursos de formação, são de R$ 3.330,99 devendo o militar ficar no mínimo 36 meses na graduação.

Ainda dá? Flamengo e Palmeiras tentam se colocar de vez na briga por título do Brasileirão

Cariocas e paulistas mantêm esperança pelo troféu da Série A de 2020.

Ainda dá? Essa é talvez uma das perguntas mais feitas por torcedores de Flamengo e Palmeiras em relação ao futuro dos dois times no Campeonato Brasileiro. Quarto e quinto colocados na tabela, respectivamente, cariocas e paulistas se enfrentam nesta quinta-feira, a partir das 19h (de Brasília), para se colocarem de vez na briga pelo título da Série A.

O Premiere transmite Flamengo x Palmeiras para todo o Brasil, com narração de Gustavo Villani e comentários de Paulo Nunes e JúniorO ge exibe ao vivo o pós-jogo, com os gols da partida, análises dos repórteres e melhores momentos.

A distância para a liderança diminuiu nas últimas rodadas e, por isso, Flamengo e Palmeiras veem como realidade a briga pelo título nacional com Internacional, São Paulo e Atlético-MG, principalmente.

Após golear o São Paulo por 5 a 1 na noite desta quarta-feira, o Inter assumiu a liderança que até então era do rival paulista. São 59 pontos: a sete de distância do Flamengo, e a oito do Palmeiras.

Discurso otimista

Baseando-se puramente nos números, a briga pelo título continua viva no Flamengo. O time vai entrar em campo a sete pontos do líder Inter, com dois jogos a menos – ou seja, num curto prazo pode reduzir a diferença para apenas um ponto.

O discurso da diretoria também é padrão: todos acreditam no trabalho de Rogério Ceni e na conquista do título.

A questão é o desempenho do time. Contra o Goiás, o placar de 3 a 0 pode indicar uma vitória fácil, mas o que se viu foi uma equipe ainda com dificuldades para criar chances de gol, embora mais segura na defesa.

O jogo contra o Palmeiras é um teste e tanto para saber o atual patamar do Flamengo. Uma vitória daria a confiança necessária para um elenco repleto de grandes jogadores, mas que ainda busca sua melhor forma técnica.

Algo a favor do Flamengo é que seus principais jogadores estão à disposição, após um período de muitos desfalques por lesão no fim de 2020. Com o elenco praticamente completo, uma boa sequência pode ser decisiva para o título.

Luta em três frentes

Para o Palmeiras, o embate diante dos flamenguistas é tratado no discurso sob a mesma ótica dos decisivos confrontos de Copas, que levaram a equipe de Abel Ferreira às decisões da Copa do Brasil contra o Grêmio e da Libertadores contra o Santos.

Um dos melhores times do returno, com 23 pontos, e com 6% de chances de título segundo cálculo do matemático Tristão Garcia, o Palmeiras vem embalado por quatro partidas de invencibilidade e uma goleada histórica sobre o arquirrival Corinthians.

Desde 2004, a equipe alviverde não vencia o principal adversário do estado por 4 a 0, placar conquistado na última segunda-feira com gols de Raphael Veiga e Luiz Adriano (dois cada). A goleada, contudo, ficou no passado, e o foco está no Flamengo.

– Conseguimos ser eficientes contra o Corinthians, mas focamos no processo e não no resultado. Temos 24 horas para celebrarmos e 24 horas para lamentarmos quando o resultado não é favorável. Tivemos uma conversa para ver o que podemos melhorar. Trabalhamos focados no processo e pensando nos próximos jogos – afirmou o zagueiro Luan.

Diante dos rubro-negros, entretanto, o Palmeiras volta a “dosar energia”. Além do suspenso Mayke, que está fora após decisão final do STJD, o time alviverde não deve contar com atacante e destaque Rony, desfalque por um problema no joelho.

Índia autoriza exportação da vacina de Oxford para o Brasil; 2 milhões de doses devem chegar nesta sexta

Voo chegará a Guarulhos nesta sexta-feira (22) com carga do imunizante que governo brasileiro tentou buscar na semana passada.

O governo da Índia autorizou as exportações comerciais das vacinas de Oxford produzidas no Instituto Serum e o Brasil deve receber 2 milhões de doses na tarde desta sexta-feira (22).

“A carga vinda da Índia será transportada em voo comercial da companhia Emirates ao aeroporto de Guarulhos e, após os trâmites alfandegários, seguirá em aeronave da Azul para o aeroporto internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro”, detalhou o Ministério da Saúde em nota.

Até o momento, a Índia havia apenas enviado remessas de vacinas gratuitas a países vizinhos (leia mais abaixo). Agora, liberou as comerciais, e Brasil e Marrocos são os primeiros beneficiados.

Dificuldades na importação

O governo indiano havia suspendido a exportação de doses até iniciar seu próprio programa doméstico de imunização, no fim de semana passado. No início desta semana, enviou carregamentos gratuitos para países vizinhos, incluindo Butão, Maldivas, Bangladesh e Nepal.

O Brasil vinha enfrentando dificuldades para liberar a carga de 2 milhões de doses que comprou do Instituto Serum. Na quarta (20), o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Ernesto Araújo, disse que não havia prazo para receber o carregamento, mas negou que problemas políticos e diplomáticos com a Índia tenham atrasado a entrega.

“Em relação ao prazo para entrega das vacinas que estamos importando da Índia, eu não posso mencionar agora um prazo, mas queria reiterar que está bem encaminhado e que estou conduzindo pessoalmente as conversações com as autoridades da Índia”, afirmou o chanceler brasileiro.

Na semana passada, após expectativa de que as vacinas fosse enviadas para o Brasil já no último fim de semana, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Índia, Anurag Srivastava, afirmou que era muito cedo para dar respostas sobre exportações das vacinas produzidas no país, já que a campanha nacional de imunização ainda estava só começando.

Pouco depois, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, sem detalhar, que a viagem poderia ocorrer “daqui a dois, três dias”.

Nesta segunda (18), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que a diferença de fuso horário complicava as negociações.

Exportações indianas

Van aguarda no aeroporto internacional de Catmandu para transportar as doses da vacina de Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19 que a Índia doou para o Nepal — Foto: Niranjan Shrestha/AP

Van aguarda no aeroporto internacional de Catmandu para transportar as doses da vacina de Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19 que a Índia doou para o Nepal — Foto: Niranjan Shrestha/AP

O secretário das Relações Exteriores da Índia, Harsh Shringla, disse à agência Reuters que o fornecimento comercial da vacina começa na sexta-feira.
Shringla explicou que as remessas estão de acordo com o compromisso do primeiro-ministro Narendra Modi de que as capacidades de produção da Índia seriam usadas por “toda a humanidade” para combater a pandemia.
“Seguindo essa visão, respondemos positivamente aos pedidos de países de todo o mundo de fornecimento de vacinas manufaturadas na Índia, começando pelos nossos vizinhos”, disse ele, referindo-se ao fornecimento gratuito.
“O fornecimento das quantidades comercialmente contratadas também começará a partir de amanhã (sexta), começando por Brasil e Marrocos, seguidos de África do Sul e Arábia Saudita”, acrescentou.

Covid-19: Tocantins registra 528 novos casos e mais quatro mortes em decorrência da doença

Estado passou a somar 98.252 diagnósticos e 1.334 óbitos. Pacientes que não resistiram moravam em Paraíso do TO, Porto Nacional, Fátima e Palmas.

O boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira (21), pela Secretaria de Estado da Saúde, trouxe que o Tocantins registrou 528 novos casos de Covid-19 e mais quatro mortes devido complicações da doença. Com a atualização, o estado passou a somar 98.252 diagnósticos e 1.334 óbitos.

A pasta informou que, do total, 136 casos foram registrados nas últimas 24 horas. O restante são exames coletados em dias anteriores, mas que só tiveram os resultados liberados nesta quarta-feira (20).

Os pacientes que não resistiram aos sintomas da doença e morreram tinham entre 34 e 93 anos. A maioria das mortes ocorreu em 2021, mas duas foram ainda em 2020 e só agora foram confirmadas. As vítimas são:

  • Mulher, 34 anos, moradora de Paraíso do Tocantins. Ela tinha síndrome de Down. Óbito dia 20/01/21, no Hospital Regional de Paraíso;
  • Homem, 93 anos, morador de Porto Nacional. Comorbidades: cardiopatia hipertensão. Óbito dia 14/01/21 no Hospital Geral de Palmas;
  • Homem, 70 anos, morador de Fátima. Comorbidades: diabetes, hipertensão e AVC. Óbito dia 14/01/21 no Hospital Regional de Porto Nacional;
  • Homem, 57 anos, moradora de Palmas. Comorbidades: hipertensão, insuficiência renal crônica. Óbito dia 19/01/21 no Hospital Geral de Palmas;

Novos casos 

Novos diagnósticos de Covid-19 foram confirmados em 59 cidades do estado. Palmas teve 116 novos casos do coronavírus e segue como o município mais afetado pela pandemia no Tocantins. São 23.508 diagnósticos e 231 mortes na capital.

Em Araguaína, foram mais 81 casos. A cidade tem 18.981 confirmações e 248 óbitos desde o início da pandemia.

Todos os 139 municípios do Tocantins têm casos confirmados da doença. A lista completa pode ser encontrada no site sobre o coronavírus da Secretaria da Saúde.

Segundo a pasta, do total de casos, 86.205 estão recuperados e 10.713 ainda estão ativos, com acompanhamento e isolamento. Atualmente, o Tocantins tem 225 pacientes hospitalizados. Do total, 87 pacientes estão internados em UTIs públicas e outros 33 em leitos de terapia intensiva particulares. Os outros recebem tratamento em leitos clínicos.

Taxa de ocupação dos hospitais

Até 12h16 desta quinta-feira (21) o Hospital Estadual de Combate à Covid-19 apresentava 100% de ocupação de leitos de UTIs públicos.

  • Hospital Estadual de Combate à Covid-19 – 100% de ocupação
  • Hospital Regional de Augustinópolis – 80% de ocupação
  • Hospital Regional de Gurupi – 65% de ocupação
  • Hospital Regional de Araguaína – 65% de ocupação
  • Hospital Geral de Palmas UTI Covid – 53% de ocupação
  • Hospital Municipal de Campanha de Araguaína – 50% de ocupação

Cidades mais afetadas pela pandemia

  • Palmas – 23.624 casos e 232 mortes
  • Araguaína – 19.045 casos e 248 mortes
  • Gurupi – 5.381 casos e 71 mortes
  • Colinas do Tocantins – 5.032 casos e 47 mortes
  • Porto Nacional – 3.587 casos e 63 mortes
  • Paraíso do Tocantins – 3.300 casos e 52 mortes
  • Guaraí – 1.774 casos e 28 mortes
  • Tocantinópolis – 1.404 casos e 24 mortes
  • Formoso do Araguaia – 1.389 casos e 19 mortes
  • Araguatins – 1.161 casos e 31 mortes